25.9.06

Dualismo e Imortalidade




Circulo pelas prateleiras e passados os textos de Nietzsche chego à oposta secção socrática. É com alguma saudade que encontro as páginas anotadas a lápis do Fédon de Platão.

Releio considerações feitas em idos da adolescência, pequenas notas pessoais, ligações com outras obras, conclusões que enformaram muita da minha ainda pouca maturidade intelectual…

Talvez recolha algo de minimamente interessante para publicar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial