1.2.07

Acto fundador da república

Comemoram-se hoje 99 anos do acto mais ignóbil da história portuguesa do século XX, o acto fundador da república jacobina de que hoje colhemos o “doce fruto”: o assassínio do Rei D. Carlos I e do Príncipe real D. Luíz Filipe. Foram vítimas de um dos sentimentos mais abjectos que pode habitar a alma humana: a inveja (o gosto depravado pela igualdade como lhe chamava Tocqueville). D. Carlos, um homem a vários títulos brilhante, e o seu tão promissor filho D. Luíz Filipe foram mortos como numa batida “às feras”, para utilizar a expressão de D. Manuel II. D. Carlos tentou salvar um modelo de Monarquia, a do liberalismo, no qual a partidocracia foi ficando progressivamente dona do país e, à semelhança do que temos actualmente, “sentando-se à mesa do orçamento” num rotativismo no qual apenas mudavam as caras dos ministros mas tudo ficava na mesma. A vantagem para o que temos actualmente era que, pelo menos, havia um chefe de Estado isento, visto que não provinha dessa maldita partidocracia nem lhe devia quaisquer favores. A partir do momento da imposição da república passou a ser um total “fartar vilanagem”, não havendo limites à delapidação do dinheiro dos contribuintes e ficando os portugueses totalmente à mercê da classe política. Quando pensamos na natural classe, distinção, humildade e sobretudo formação moral dos nossos Reis e pensamos na mediocridade e no patético dos nossos “reizinhos laicos”, sentados no seu “trono de pechisbeque” (expressão genial do MCB) em Belém, vemos bem o quanto passamos de cavalo para burro. D. Carlos procurou reformar uma Monarquia que também tinha sido imposta ao país com as guerras liberais e com a qual este no fundo não se identificava, o que explica que, apesar de ultra minoritários, os republicanos tenham tomado o poder perante uma apatia geral apenas perturbada pelo exemplo do indómito Paiva Couceiro. Hoje na III República temos uma situação muito semelhante à da I, daí o peso do Estado que temos consubstanciado na SEMPRE crescente despesa pública, mal para o qual os governos a única solução que têm é esmagar-nos com cada vez mais impostos para poderem dizer, como é o caso do actual, que essa despesa pública diminuiu, se bem que só em termos relativos. Só um regime estruturado no respeito pelo sábio princípio da subsidiaridade, em vez do regime jacobino de direcção central que temos, poderá resolver os problemas das nossas finanças públicas. A estrutural incapacidade do actual regime de resolver este mesmo problema levará à sua inevitável queda e quanto mais tarde esta ocorrer mais desertificado estará o nosso país, económica e humanamente, e que, de momento, se encontra em total autofagia, isto é, a ser devorado pelo seu próprio Estado.

2 Comentários:

Anonymous Cristina Ribeiro disse...

Valha-nos a blogosfera para prestar este serviço público...

23:30  
Blogger O Restaurador disse...

É com a maior felicidade, com a maior das honras e o maior dos orgulhos que declaro oficialmente aberta a votação para as 7 Maravilhas de Vila Viçosa.

Esta é uma organização do Terras de Mármore que está a ter o apoio do blogues individuais dos autores do Terras de Mármore: A Interpretação do Tempo, Calipole - Vila Viçosa - Princesa do Alentejo, INFOCALIPO, Intervisão, O Restaurador da Independência e Tomar Partido; assim como dos blogues e sites Calipolenses: Daniel Moreira, Grupo Desportivo Bairrense, Neste Meu Alentejo, O Blog de São Romão, O Calipolense Taurino e o Partido Socialista de Vila Viçosa.

Contamos também com o apoio oficial da Associação Juvenil Doutor Jardim e do Grupo Desportivo Bairrense, assim como estamos actualmente em contactos com a Câmara Municipal de Vila Viçosa, Junta de Freguesia de Conceição e Junta de Freguesia de São Bartolomeu, tendo-se mostrado bastante interessadas em cooperar connosco.

Da lista original de 61 monumentos do Concelho de Vila Viçosa, chegam agora à votação final 21 monumentos. Estão representados Vila Viçosa, Pardais e São Romão, não tendo Bencatel nenhum representante nesta lista final. São 21 monumentos que poderão encontrar detalhadamente na barra lateral deste blogue, clicando em cada um para poderem aceder à sua descrição e às suas imagens. Após ter escolhidos os seus 7 monumentos preferidos, envie um e-mail para orestaurador@gmail.com ou terrasdemarmore@sapo.pt indicando o seu nome, a sua localidade e os 7 monumentos que acha que merecem que sejam consagrados como as 7 Maravilhas de Vila Viçosa. Tarefa dificil, nós sabemos.

Cada pessoa poderá apenas votar uma vez, e os resultados das 7 Maravilhas de Vila Viçosa irão ser divulgados no dia 7 de Julho de 2007, em simultâneo com as 7 Novas Maravilhas do Mundo e com as 7 Maravilhas de Portugal. E falando em 7 Maravilhas de Portugal, já votou no Paço Ducal de Vila Viçosa para as 7 Maravilhas de Portugal? Se ainda não o fez, aproveite para votar no site das 7 Maravilhas de Portugal.

Iremos também ter mais iniciativas no âmbito das 7 Maravilhas de Vila Viçosa e das 7 Maravilhas de Portugal que iremos divulgar aqui e nos blogues de apoio atempadamente. E todos vós estão desde já convidados a participar!

Vila Viçosa terra de tradições, história e património, une-se deste modo à votação do Paço Ducal de Vila Viçosa para as 7 Maravilhas de Portugal. Uma das mais belas vilas de Portugal, fulcral no decorrer da história de Portugal, sendo o Rei Restaurador da Independência, D. João IV, natural de Vila Viçosa, assim como muitas outras personalidades portuguesas como D. Catarina de Bragança, Florbela Espanca, Henrique Pousão, Públia Hortênsia de Castro, Bento de Jesus Caraça, Martim Afonso de Sousa Cristóvão de Brito Pereira, D. Constatino de Bragança, Artur Bívar, Túlio Espanca, Nuno Portas entre muitos outros... Venha até Vila Viçosa e faça o roteiro das Maravilhas de Vila Viçosa, visite os 21 candidatos e depois vote nos 7 candidatos seus preferidos. Verá que não se irá arrepender, pois como se canta em Vila Viçosa "... e não há tenho a certeza, terra com tanta beleza, como tem Vila Viçosa!"

Deixo-vos agora a listagem dos 21 finalistas:

* Anta dos Apóstolos (Pardais)
* Capela Real
* Castelo e Torre de Menagem de Vila Viçosa
* Convento dos Capuchos
* Convento e Igreja da Esperança
* Convento e Igreja das Chagas
* Convento e Igreja dos Agostinhos
* Estação Ferroviária de Vila Viçosa
* Estátua Equestre D. João IV
* Fonte da Praça (antiga Fonte do Carrascal)
* Igreja de Nossa Senhora da Lapa
* Igreja de Nossa Senhora da Piedade
* Igreja de São Bartolomeu
* Paço Ducal de Vila Viçosa
* Pelourinho de Vila Viçosa
* Ponte Romana
* Porta do Nó ou Porta da Vila
* Porta dos Nós
* Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa
* Tapada Real
* Terreiro do Paço

Senhoras e Senhores, os Monumentos estão lançados, podem começar a votar!!!

15:42  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial