18.1.07

Do jornalismo de causas

A propaganda, consequência imediata da falta de isenção, rigor e objectividade, é o apanágio da imprensa portuguesa. O declínio da classe faz, neste caso, a ascensão do 4º poder. Quando a instrumentalização toma o lugar da informação, é fácil confundir a opinião.

Exemplos do jornal PÚBLICO, numa só edição (18/01/07):
aqui
aqui
aqui
aqui

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial