9.1.08

Traição a Portugal

Tal como era, infelizmente, previsível Sócrates, (qual Pinóquio!), veio pela enésima vez mandar às malvas uma promessa eleitoral com a total complacência dos media que, tudo fazem para o manter em estado de graça, e do seu mais incondicional aliado, que de resto foi um dos instigadores deste gesto, o social-democrata Prof. Cavaco Silva, vulgo P.R. Deu-se mais um passo na destruição de Portugal ao entregar-se a um directório jacobino instalado em Bruxelas aquilo (muito pouco) que resta da nossa soberania. Tudo isto a troco de “um prato de lentilhas” (expressão do Prof. Soares Martinez) que para nada mais servem senão para alimentar vícios e despesismos, encher o olho “ao Zé-povinho” e alimentar a gangrena da corrupção. Para a maioria da classe política, sempre com a boca tão cheia de “povo” que diz servir, este só interessa quando vota quando vota como convém, senão, descarta-se como se tratasse de um mero lenço de papel. Enfim, tudo bons rapazes!

2 Comentários:

Blogger Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/

passem por aqui e comentem.saudações

23:37  
Blogger Nuno Castelo-Branco disse...

Conheço-ye há quase vinte anos e és sempre o mesmo bonzinho de sempre. Lenço de papel? Qual quê, ainda não percebeste que estamos mais na linha do scotex sanitário?

21:37  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial